Brazilian Furniture promoverá rodadas de negócios em Miami no início de novembro


 

Mercado norte-americano dá sinais de recuperação e abre oportunidades para os móveis brasileiros

 

Miami, principal porta de entrada dos Estados Unidos para a América do Sul, receberá nos dias 5 e 6 de novembro mais uma edição do Projeto Vendedor Brazilian Furniture, desenvolvido em parceria pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), pelo Sindicato das Indústrias da Madeira e do Mobiliário do Distrito Federal (SINDIMAM) e pela Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel).


O Brasil estará representado por nove empresas que participarão de uma série de reuniões de negócios com potenciais revendedores e distribuidores locais e apresentarão um extenso portfolio de produtos, desde salas de estar, passando por quartos de dormir e quartos infantis até cozinhas e home offices.


Integram a missão comercial brasileira Carraro (quartos de dormir, salas de jantar, cozinhas), Imcal (salas de estar), Lopas (quartos de dormir, salas de estar); Enele (quartos de dormir, salas de jantar), Finestra (quartos infantis, salas de estar e cozinhas), Germai (salas de estar, home office), Lukaliam (quartos de dormir, salas de estar e home office), Multimóvies (quartos de dormir e salas de estar) e Unicasa (salas de estar, cozinhas e home office).


Marcelo Zortéa, gerente de exportação da Multimóveis, entende que a presença da empresa nessa iniciativa é muito importante. “Temos um forte foco em móveis infantis e acabamos de alinhar nossos berços com as regras exigidas pela União Europeia. Agora, vamos buscar fazer o mesmo nos Estados Unidos”, destaca.
O executivo acredita que a economia norte-americana vem apresentando fortes sinais de recuperação. “Trata-se de um mercado enorme, extremamente competitivo e que passou por momentos difíceis, mas que está em um processo gradual de retomada e nós queremos fazer parte desse novo cenário”, complementa Marcelo Zortéa.


A Enele, outra participante do Projeto Vendedor Brazilian Furniture, considera o evento uma oportunidade para conhecer melhor esse mercado. “Reconhecemos a necessidade de ampliarmos nossas exportações e para alcançar esse objetivo um dos mercados prioritários é, naturalmente, o dos Estados Unidos”, analisa Nivaldo Lazaron Jr, diretor da empresa.

 

Nesse processo, Nivaldo reconhece ser fundamental mapear as demandas locais. “Dessa forma, nossa presença em Miami é vital para um trabalho de prospecção e de apresentação de nosso portfolio de produtos para potenciais interessados”, detalha.


O mercado norte-americano está vivendo um período de gradativa, porém constante, melhora em seus índices econômicos, o que gera reflexos positivos nas vendas dos móveis brasileiros. No primeiro semestre deste ano, foi registrado um incremento da ordem de 11,5% nas exportações para aquele país em relação ao mesmo período do ano passado, com uma evolução no montante comercializado de US$ 36 milhões para US$ 40,2 milhões.