Design e sustentabilidade no radar do Brazilian Furniture para 2013

 

Comitê gestor do Projeto definiu o plano de trabalho para o próximo ano

 

Para realizar um balanço das ações executadas em 2012, avaliar os principais resultados alcançados e apresentar o planejamento das iniciativas programadas para o próximo ano, o comitê gestor do Projeto Brazilian Furniture se reuniu no último dia 3 de outubro em São Paulo.

 

Seis diretrizes marcaram o trabalho desenvolvido pela equipe do Projeto neste ano: estruturação e consolidação do banco de inteligência de mercado, estruturação de pacotes de serviços de estímulo à adoção de estratégias diferenciadas e inovadoras para exportação, elaboração do website e da nova logomarca, geração de casos de sucesso diferenciados e busca por um novo posicionamento no mercado internacional para o móvel brasileiro.

 

“Este foi, sem dúvida, um ano de muitas conquistas. Produzimos e distribuímos relatórios mensais de inteligência de mercado, introduzimos as rodadas de negócios invertidas em mercados como Angola, onde as dificuldades de mobilidade podem ser um empecilho à concretização de negócios; e apoiamos, com sucesso, a participação de nossos associados em eventos especiais por meio de projetos customizados”, destaca João Araújo Pinto Neto, gerente do Brazilian Furniture.

 

Em 2012, a equipe de inteligência comercial produziu dois estudos de prospecção de mercado – Chile (abril) e Peru (maio) - e realizou uma visita prospectiva ao Salão do Móvel de Milão.

 

Potenciais compradores internacionais foram convidados a participar de quatro Projetos Compradores para uma série de contatos one-to-one com empresários brasileiros do setor durante a Movelsul, Movinter, Mercomóveis e para um encontro em Arapongas nos meses de junho e agosto.

 

No segundo semestre, Angola e México foram alvos de dois Projetos Vendedores organizados com sucesso pelo Brazilian Furniture com o objetivo de fomentar o volume de negócios em mercados estratégicos.

 

O Projeto também apoiou a destacada participação das empresas brasileiras na HD Boutique Miami e na Index Dubai, duas importantes mostras mundiais de design e decoração de interiores.

 

Segundo João Araújo, em 2013 a ideia é replicar as experiências bem-sucedidas, ampliar de forma significativa a base exportadora e o volume de vendas ao exterior das empresas participantes, bem como iniciar a construção de uma imagem diferenciada para o móvel brasileiro no mercado internacional. Dentro dessa estratégia, dois tópicos deverão receber atenção especial: sustentabilidade e design. A questão da importância do design para as companhias do setor de mobiliário deverá ser tema, inclusive, de um road show que percorrerá os principais polos moveleiros do país.

 

“Hoje, somos reconhecidos como um fornecedor qualificado de produtos para o segmento intermediário, mas até 2016 nossa meta é nos posicionar globalmente como um player competente, estratégico e com design inovador”, conclui João Araújo.